- Introdução

Um desafio natural na adoção de qualquer nova plataforma é a compreensão inicial de como ela funciona e como é organizada. No caso do Drupal, podemos fazer uma divisão bem simples em 2 partes: Módulos e Temas. A primeira é responsável pelas funcionalidades, enquanto a segunda diz respeito a aparência do site, de como ele será apresentado aos usuários.

Neste guia introdutório, irei abordar únicamente a parte de temas. Então, se você quer aprender como aplicar um visual bonito no seu site ou quer saber como transformar aquele arquivo do photoshop em um tema do Drupal, veio ao lugar certo.

Antes de começarmos, é importante que você saiba que um tema é composto por vários arquivos, é nele que estão as folhas de estilo (arquivos CSS), os scripts (arquivos JS), os templates (arquivos tpl.php) além de outros arquivos que serão abordados mais a frente.

Você não precisa se preocupar com esses arquivos ainda, no momento só precisa ter consciência da existência deles.

- Por onde começar ?

Vamos começar definindo algo bem óbvio, se você quer que seu site Drupal tenha um visual vai precisar utilizar um tema. Felizmente a instalação padrão do Drupal 7 já vem com quatro temas inclusos, são eles: Garland, Bartik, Seven e Stark. Os dois primeiros são bem flexiveis, permitindo configuração de cor, suporte a multiplas regiões (também falarei disso mais adiante) e capacidade de alternar entre layouts de largura fixa ou fluida.

Certo, chega de teoria, vamos a prática, você vai precisar:

1 - Ter uma instalação Drupal no seu computador (pré-requisito)
2 - Efetuar login como usuário admin
3 - Clicar no link "Appearance/Aparência" no topo da página.
4 - Sucesso!

Nesta tela são exibidos todos os temas disponiveis na sua instalação. Por padrão, os temas Bartik e Seven já estão ativos, enquanto que o Garland e Stark (winter is comming) estão desativados.

Entre os citados acima, o tema Seven é indicado para a parte administrativa do site enquanto o Stark funciona mais como base para estudo e criação de seus próprios temas, inclusive, é assim que eles estão configurados por padrão.

Você pode ter quantos temas ativos quiser, mas obviamente, apenas um deles poderá ser o tema default/padrão do site.

Essa primeira parte serviu para ambienta-lo a respeito dos temas do Drupal. Na parte 2 desse guia, irei explicar como baixar, instalar e configurar novos temas para o seu site.

Estamos apenas começando e tem muito o que ser visto ainda.

Até breve

Comentar

O post está bom, mas ficou muito raso. Não dá pra ver a imagem, o blog deveria aplicar um módulo, olha como eu aprendi, para ampliar imagem ao clicá-la. E pelo amor, fazer comentários pelo login do face.

Que bom que gostou, o post é intencionalmente bem introdutório mesmo, pois tem como propósito apresentar essa parte de temas do Drupal, as próximas partes irão ficar gradativamente mais completas e complexas. 

A respeito da imagem, vamos ver de adicionar lightbox ou similar nas telas.

Espero que continue acompanhando o guia.

abs

Quando virá a parte 2?

Semana que vem com certeza, atrasou um pouco, mas já estou adiantando as outras partes, então irei publicar bastante material nos próximos dias.